Quatro passos para planejar a sua aposentadoria

Por Mariana Castro em 21/03/2017

A reforma da Previdência Social tem gerado muitas incertezas em relação ao futuro do trabalhador brasileiro. O salário do INSS é muito importante, além de um direito de todos. Entretanto, o valor não é suficiente para manter um bom padrão de vida e, ao que tudo indica, os trabalhadores se aposentarão cada vez mais tarde.

Atualmente, mais de um terço dos aposentados brasileiros continua trabalhando para complementar a renda, segundo a pesquisa do SPC Brasil e da CNDL. Por causa disso, a principal orientação é traçar um plano para garantir uma boa aposentadoria – independentemente da sua idade atual.

+ Coisas que você deve fazer antes dos 25 anos para não se preocupar com dinheiro mais tarde

+ Cinco dicas para fazer o 13º salário render mais

Reinaldo Domingos, doutor em educação financeira e presidente da Associação Brasileira de Educadores Financeiros (Abefin), listou formas de organizar as finanças e já se preparar para a aposentadoria.

Confira:

Passo 1: Defina o padrão de vida que você deseja ter

O primeiro passo é definir o padrão de vida que você deseja ter na aposentadoria. Muitas vezes, mesmo tendo trabalhado por muitos anos com carteira assinada e contribuindo para o INSS, a quantia recebida não é suficiente. Por isso, é necessário ser realista e projetar o que você quer para o futuro, começando a fazer esforços desde já para alcançar esse sonho.

Passo 2: Estabeleça um método

O ideal é que você acumule um dinheiro que renda o dobro do que deseja ter por mês ao se aposentar. Por exemplo, se você pretende ganhar R$ 3 mil de aposentadoria privada por mês, seus investimentos precisarão render R$ 6 mil. Assim, será possível sacar metade do dinheiro e deixar a outra metade rendendo, para que seu dinheiro se recapitalize e se preserve.

O especialista elaborou uma planilha que realiza esse cálculo automaticamente, basta que você inclua suas informações. Para ter acesso a ela, clique aqui e selecione a opção Cálculo de Aplicação para a Independência Financeira.

Passo 3: Faça um diagnóstico

Caso você tenha dificuldades para poupar dinheiro, faça um diagnóstico financeiro por 30 dias. Anote todas as suas despesas, separando por categorias como alimentação, transporte, vestuário, educação e guloseimas. Assim, você conhecerá o seu comportamento financeiro e saberá quais hábitos poderá mudar para diminuir as despesas. Isso permitirá que você poupe mensalmente uma quantia para a aposentadoria, tendo em mente a qualidade de vida que você deseja ter no futuro.

Passo 4: Invista a quantia guardada

Este passo é fundamental para garantir a sua independência financeira. Se informe a respeito e invista o valor poupado em fundos adequados para sonhos de longo prazo, como Previdência Privada e Títulos do Tesouro Direto. Caso queira diversificar e investir em ações, é aconselhável destinar apenas cerca de 10% para essa modalidade, considerando o alto risco da aplicação e a importância dessa reserva.

Foto: Getty Images