Quatro maneiras para aprender mais – e melhor

Por Mariana Castro em 10/11/2016

Não importa o tempo que passe, você sempre terá algo novo para aprender. No entanto, ao longo dos anos, pode ser tentador deixar de lado os desafios que exigem conhecimentos que você ainda não domina.

+ Alimentação saudável ajuda no desempenho escolar, aponta pesquisa

+ Fazer terapia de manhã pode ser mais eficaz, aponta pesquisa

Um estudo da Universidade do Texas, nos Estados Unidos, revelou que aprender habilidades novas e desafiadoras mantém a mente afiada. Adultos que se dedicavam a aprender uma nova tarefa, como fotografia digital, tinham melhor memória do que os que passavam seu tempo livre executando tarefas menos desafiadoras, como assistir televisão.

Por mais que seja impossível aprender sobre tudo o que existe no mundo, uma mente aberta para novas experiências garantirá que você saiba hoje, mais do que ontem. Pensando nisso, a revista Inc divulgou quatro maneiras de se aprender mais – e melhor.

Confira:

Entenda como você aprende

Talvez você seja uma daquelas pessoas que já começa o dia lendo seis jornais diferentes ou uma daquelas que prefere aprender na prática, colocando a mão na massa. Também há aqueles que aprendem assistindo uma vídeoaula enquanto correm na esteira. As formas de aprendizado funcionam de diferentes maneiras para cada um. Por isso, é importante descobrir qual é o melhor método para você e se dedicar a ele.

Consuma materiais desafiadores

Entre em contato com conteúdos que irão te apresentar novos conceitos e desafiar suas velhas ideias. Quando estiver em uma livraria, por exemplo, busque por títulos nas seções que você não costuma frequentar. Uma boa dica é ter papel e caneta por perto nesses momentos, uma vez que estudos já comprovaram que anotações feitas à mão ajudam a fixar melhor novos conceitos em comparação com a digitação.

+ Escrever à mão ajuda no desenvolvimento do cérebro, apontam especialistas

Volte para a sala de aula

Pessoas bem-sucedidas buscam a ajuda de especialistas para expandir seu conhecimento. Sendo assim, lembre-se de que sempre será possível retornar à faculdade para fazer aquele curso que você tanto quis na juventude ou mesmo para terminar alguma graduação que você deixou pendente. Para maximizar seu potencial de aprendizado também é válido se inscrever em cursos online, cursos rápidos ou em palestras.

Saia da zona de conforto

Se você quer fortalecer suas conexões cerebrais, precisa se desafiar com novas tarefas e habilidades. Pode parecer estranho e frustrante em um primeiro momento, mas até isso pode render uma rica experiência para o aprendizado. Para ser bem-sucedido, arrisque-se em disciplinas e assuntos que parecem ser difíceis para você. Além disso, não se esqueça de ser persistente.

Foto: Getty Images