Dicas para organizar a lista de convidados do casamento

Por em 13/10/2015

Uma das primeiras coisas a se fazer no planejamento de um casamento (e uma das mais delicadas também!) é organizar a lista de convidados. É ela quem vai reger praticamente todas as outras questões do evento, como o tamanho da festa, o local e o buffet.

+ Dicas para realizar um casamento na praia

+ Cinco dicas para economizar na festa de casamento

É preciso pensar na família da noiva, do noivo, os amigos dos dois, os conhecidos, os colegas de trabalho… E é nessas horas que bate um desespero: muita gente percebe que a lista está enorme e a grana está curta. E agora? Para tirar as principais dúvidas dos casais rumo ao altar, conversamos com Luiza Santos, da Invite Eventos, de São Paulo.

Por onde começar a lista, já que ela vai determinar todos os outros passos da cerimônia e festa?

Primeiramente, é preciso pensar no tamanho do evento, se o casal quer algo grandioso ou minimalista. Então, é preciso priorizar as pessoas mais próximas, que realmente gostam do casal e que vão ficar muito contentes com a união.

Quanto os pais dos noivos podem influenciar na lista?

Quando os pais ajudam financeiramente no casamento, é ok eles influenciaram em certos pontos da lista. Mas quando o casal banca tudo, a decisão costuma ser somente deles.

Existe alguma regra de etiqueta sobre convidar parentes e as pessoas do trabalho? 

A ideia é sempre priorizar as pessoas mais próximas e, em seguida, pensar no tamanho do evento.

E existe alguma regra sobre convidar algumas pessoas só para a cerimônia e não pra festa?

Em todos os anos que trabalho com eventos, nunca vi isso acontecer — e, de certa forma, é algo de mau gosto.

E se o budget for menor e eu precisar cortar pessoas da lista? Qual a dica que vocês dão para os casais na hora de escolher quem fica e quem sai?

Eu indico pensar quem são as pessoas do dia a dia e os parentes com quem o casal tem mais contato.

O que é mais comum: pessoas confirmarem e não aparecerem ou pessoas não confirmadas surgirem de última hora? O que é ideal para evitar prejuízos com fornecedores: chutar abaixo ou acima da lista definitiva? Bom, vamos por partes. Acontece bastante as duas coisas, tanto pessoas que confirmam por ficarem constrangidas em dizer “não” ou porque realmente surge um problema de última hora, assim como têm pessoas que mal leem o convite e não sabem que é preciso confirmar presença e no dia vão no casamento e ponto. Como a maioria dos fornecedores trabalha com 10% de margem para mais e para menos, então, no final, se você tem uma festa para 200 pessoas você pode fechar 180, mas lembrando que podemos ter os 10% a mais e vir 220 pessoas no final da história…

No fim das contas, o que importa é que o casal esteja rodeado de pessoas amadas e queridas para participarem da história deles, e que estarão lá muito felizes pela união.