Como funciona o seguro viagem?

Por Patricia Machado em 16/06/2015

Se preparar para uma viagem é sempre uma euforia. Os viajantes escolhem o destino do passeio, reservam hotéis, fazem as malas, compram a passagem e, geralmente, esquecem de um item importante: o seguro viagem.

Aos poucos o seguro viagem vem ganhando espaço na checklist de quem precisa organizar uma viagem. A principal função desse tipo de seguro, que pode ser feito para viagens nacionais e internacionais, é evitar problemas. Ou seja, ele garante ao segurado uma indenização no caso de acidentes ou problemas de saúde, desde o seu embarque até o retorno. Para se ter uma ideia, o seguro é obrigatório em alguns países europeus, em Cuba e na Austrália.

Para contemplar os desejos do viajante, há diversos tipos de seguros. Os pacotes básicos oferecem cobertura em caso de despesas médicas, hospitalares e odontológicas. Há ainda pacotes que cobrem extravio de bagagem e invalidez total ou parcial causada por acidentes.

+ Os principais golpes em viagens e como evitá-los

+ Quinze aplicativos essenciais na hora de viajar

De acordo com a Superintendência de Seguros Privados (Susep), o custo de um seguro viagem é de cerca de 5% do valor da viagem. Para evitar problemas, procure personalizar o serviço antes de contratá-lo. Caso pratique esportes radicais ou alugue um carro durante o passeio, avise a seguradora para que um pacote específico consiga atender às suas necessidades. Outra dica é se certificar sobre como agir em caso de emergência – tire todas as dúvidas com um corretor antes da viagem.

O seguro viagem pode ser contratado através de corretoras de seguros ou em agências de viagem. É válido ter uma cópia do contrato com você durante a viagem, caso você precise comprovar a compra do seguro. Confira alguns locais que vendem o seguro viagem e aproveite o passeio sem dor de cabeça:

BELO HORIZONTE/MG

faixa_blog

PORTO ALEGRE/RS

faixa_blog

RECIFE/PE

faixa_blog

RIO DE JANEIRO/RJ

faixa_blog

SÃO PAULO/SP