Prédio sustentável abrigará mais de 23 mil árvores

Por Mariana Castro em 15/01/2017

O crescimento desenfreado dos centros urbanos fez com que as árvores desaparecessem para que grandes empreendimentos pudessem ser construídos. Para chamar atenção para esse problema, o renomado arquiteto belga Vincent Callebaut ficou conhecido por criar projetos focados em problemas ecológicos e sociais.

+ Projeto constrói série de casas em meio à natureza

+ Londres aprova a construção de novo arranha-céu, o segundo mais alto da cidade

Sua nova empreitada parece uma idealização futurista, com um formato que remete à estrutura de um DNA, mas que já saiu do papel. O projeto está sendo construído em Taipei, na Ásia, e deve ficar pronto até setembro. Batizado de Tao Zhu Yin Yuan, o edifício terá 21 andares e pretende abrigar 23 mil árvores nas sacadas e em seus apartamentos.

Formando um enorme jardim vertical, o objetivo da construção é capturar 130 toneladas de dióxido de carbono por ano. Esse gás é o principal causador das mudanças climáticas, além de prejudicar a saúde dos seres humanos. O prédio sustentável também irá diminuir os impactos do CO2 na atmosfera.

“O prédio apresenta um conceito pioneiro de ecoconstrução sustentável residencial”, contou Vincent em entrevista à CNN. De acordo com o arquiteto, todo o design do prédio foi projetado de forma eco-friendly. No terraço, uma área de mais de mil metros quadrados abrigará painéis de energia solar. O empreendimento também irá reutilizar a água da chuva e fazer o uso máximo de luz e ventilação natural.

predio sustentavel 4 - reprodução

predio sustentavel 2 - reprodução

prédio sustentavel 3 - reprodução

predio sustentavel 1 - reprodução

Fotos: Reprodução