Projeto mostra como deveria ser o corpo humano para sobreviver a acidentes de carro

Por Patricia Machado em 25/07/2016

De acordo com dados da Organização Mundial da Saúde, mais de 1,25 milhão de pessoas morrem por ano vítimas de acidentes de trânsito no mundo. Para alertar para o problema, a Comissão de Acidentes no Transporte (TAC) da Austrália resolveu fazer uma campanha de conscientização.

+ Estudo descobre que jogadores de videogame dirigem melhor

+ O que avaliar na hora de contratar um seguro de carro?

Através da parceria entre um médico cirurgião, uma artista plástica e um especialista em acidentes de carro, a campanha projetou uma escultura capaz de mostrar como deveria ser o corpo humano para sobreviver a um acidente automobilístico.

Batizado de Graham, a escultura mostra que, para sobreviver a um acidente, o homem não poderia ter o pescoço e seu crânio deveria ser um enorme capacete. Além disso, as costelas seriam grossas e proeminentes e suas orelhas embutidas na cabeça.

Apesar de Graham não existir, o órgão disse que as diferenças entre um corpo real e o corpo de uma criatura projetada para sobreviver a um acidente evidenciam a fragilidade do ser humano no trânsito.

Veja como deveria ser o corpo humano:

homem e acidente de transito - imagem 1 - divulgacao

homem e acidente de transito - imagem 2 - divulgacao

homem e acidente de transito - imagem 4 - divulgacao

homem e acidente de transito - imagem 3 - divulgacao

Conheça o projeto:

Fotos: Divulgação