Número de mortes em rodovias federais durante o carnaval aumenta

Por Mariana Castro em 03/03/2017

Durante o carnaval, o abuso de bebida pode levar as pessoas a cometerem imprudências, como beber e dirigir. O resultado disso, entretanto, não tem nada de alegre e pode acabar com qualquer folia. Este ano, o número de acidentes de trânsito que levaram à morte nos cinco dias de feriado cresceu 23,9% em comparação com o ano passado.

+ Como as novas leis de trânsito levam à suspensão da CNH?

+ Número de mortes por acidentes de trânsito diminuiu em São Paulo em 2016

A Polícia Rodoviária Federal registrou 140 mortes nas estradas do país, sem contabilizar os dados das rodovias estaduais, que ficam sob a responsabilidade da polícia militar de cada cidade. Segundo o levantamento, metade das mortes foi ocasionada por ultrapassagem irregular. Ainda foram registrados quase 1.700 acidentes, sendo 323 considerados graves.

“O aumento dos acidentes com vítimas fatais certamente foi provocado pela imprudência dos motoristas”, explicou João Francisco Oliveira, coordenador de Controle Operacional da PRF, à Agência Brasil. “Por melhor que seja a fiscalização, as condições da rodovia e as ações de qualquer órgão governamental, o comportamento dos motoristas é o que faz o sucesso ou insucesso de qualquer operação nossa”, completou.

+ Pesquisa descobre que falar ao telefone no trânsito, mesmo com o viva-voz, é perigoso

Apesar disso, a Polícia Rodoviária avaliou a Operação Carnaval como positiva. Em contrapartida ao aumento do número de mortes, houve uma diminuição de quase 19% no número de acidentes graves em relação a 2016. O número total de acidentes durante o feriado também foi 5,3% menor este ano.

Foto: Getty Images